segunda-feira, 12 de novembro de 2012

MEDITAÇÃO DO CRISTAL


Cristal Cristalino

Cristaliza o meu corpo e a minha mente

Pedras claras, claridade,

Tragam luz à minha alma,

Energizem a minha aura.

Cristal, límpido cristal,

Fortifica minha personalidade

Noite e dia, madrugada afora.

Divino cristal,

Diviniza meus sentimentos,

Clareia as minhas emoções,

Livra-me dos males e dos desânimos

Dai-me vontade férrea, para que eu possa vencer as escabrosidades do carreiro.

Cristal que reluz,

Traga-me energia,

Eflúvios salutares e fluidos benéficos

Para poder livrar-me dos fracassos.

Cristal, real cristal,

Pedra preciosa que brilha,

Seja o brilho dos meus olhos

Para que eu possa enxergar o mundo com clareza

Cristal energético, cura-me as chagas e as feridas do meu coração.

Cristal de infinito brilho,

Fluidifica e energiza os meus chackras

E as feridas do meu coração.

Cristal de infinito brilho

Fluidifica e energiza os meus chackras

Ilumina meu ponto vital

Traga-me a sabedoria dos entes iluminados

Para que eu saiba, na hora certa, separar o joio do trigo.

EXERCÍCIO DE ATIVAÇÃO E ALINHAMENTO DOS CHAKRAS


Exercício de Ativação e Alinhamento dos Chakras


Equilíbrio e Harmonia

Esse exercício é útil para criar um campo energético de equilíbrio e harmonia.

Prepare um ambiente confortável, com luz suave. 
De preferência em lugar silencioso, não muito frio, nem muito quente.

Coloque-se confortavelmente, sentado ou deitado. 
Procure relaxar toda a musculatura de seu corpo. 
Repare na sua respiração e procure suavemente colocar um compasso mais calmo, respirando mais profundamente.

Essa respiração deve ser abdominal.
Imagine seu abdômen se enchendo de ar e vá soltando aos poucos até soltá-lo totalmente. 
Faça essa respiração por algumas vezes até sentir que está completamente relaxado.

Agora a cada inspiração que der imagine o ar entrando por suas narinas numa cor vermelha como se fosse uma névoa, indo se depositar no seu chakra básico, localizado entre o ânus e os genitais, que se abre para baixo.

Veja esse chakra como se fosse uma flor e a cada inspiração concentre sua atenção, simplesmente sem intenção nenhuma ou expectativa. 
Sua atenção estimula uma suave animação do chakra que começa a girar lenta e constantemente. Uma energia morna e latejante flui do mesmo. 
Sinta como você fica calmo e sereno, repleto de gratidão pelo planeta que é o seu lar. 
Conserve essa calma e serenidade dentro do seu ser.

Imagine agora o ar mudando para a cor laranja e a cada inspiração ele entrando por suas narinas como uma névoa, indo se depositar no seu chakra esplênico, localizado abaixo do umbigo um palmo, abrindo-se para frente.

Da mesma forma concentre somente sua atenção a cada inspiração, que anima o segundo chakra, fazendo-o circular um pouco mais vibrante do que no primeiro chakra.

Essas vibrações vão se expandindo em círculos cada vez maiores até o envolver totalmente, como se estivesse abraçando e aconchegando com muita energia. 
Sinta a grande segurança, deixe-se levar pelo carinho, confie.

Essa é a energia de um novo tempo, de um novo momento e um sentimento profundo de felicidade se espalha por todo seu ser. 
Guarde com você esse sentimento.

Concentre-se agora no terceiro Chakra o do Plexo solar, localizado dois dedos acima do umbigo, abrindo-se para frente. 
Inspirando o ar profundamente na cor amarela como se fosse uma névoa, deposite no chakra com toda a intensidade de sua mente.

Permaneça assim, sua atenção estimulando o chakra do plexo solar, fazendo com que se desprenda uma energia morna e poderosa. 
Essa energia penetra no mais profundo de sua alma, aquecendo e iluminando como os raios de um sol. Sinta a paz e a força que partem de você.

Inspirando o ar profundamente na cor verde como se fosse uma névoa, deposite no quarto chakra, conhecido como Cardíaco, localizado no meio do peito, que se abre para frente.

Simplesmente sinta essa região, sem expectativas, nem objetivos. 
Essa atenção produz em seu chakra cardíaco uma vibração que se espalha em ondas suaves, ondas de energia que fazem esse centro de força entrar em movimento giratório, abrindo-se como uma flor.

Imagine que essa flor abre suas pétalas conforme gira lenta e suavemente sua cor esverdeada intensifica seu brilho partindo raios de luz, despertando em você muito amor e harmonia que te liga aos planos mais altos.

Sinta junto de você uma presença angelical, um ser amigo que te ampara, protege e orienta em todos os momentos de sua vida. 
Fique com esse sentimento de amor e com a certeza de que você nunca está sozinho.

Passando a atenção para o próximo chakra, o da laringe, que se localiza na cavidade do pescoço, inspirando o ar na cor azul clara, como se fosse uma névoa, deposite-o com intensidade.

Somente perceba essa região, dedicando sua atenção, sem esperar nada, sem objetivos. 
Sua atenção anima o chakra da garganta, você percebe que ele começa a vibrar em círculos, espalhando um brilho azul suave por todo seu íntimo.

Dentro de você sinta que sua vida se torna clara, ampla, livre e ilimitada. 
Tudo nesse momento se transforma dentro de você, todas as possibilidades se ampliam e você percebe que tudo pode, que tudo sabe.

Nesse momento você se aceita como é e deixa essa sua nova energia interna se irradiar livremente e abertamente para fora, contagiando a todos, ao ambiente e ao planeta.

Concentre sua atenção no chakra Frontal, situado na testa, com abertura para frente. Inspire profundamente e ao fazê-lo visualize o ar na cor azul escuro, índigo.
 Concentre sua atenção no chakra, envolvendo-o numa névoa nessa cor e lhe transmitindo energia.

Essa energia estimula uma vibração que se espalha em círculos de uma forma sutil.
 Deixa uma sensação de calma profunda e quietude, um silêncio absoluto das profundezas das águas.

O silêncio é cada vez maior, seus pensamentos estão claros, nítidos, na superfície da mente. 
Sua consciência torna-se plena, desse silêncio chega até você em forma de intuição, imagens, sons, sensações ou compreensões diretas.

Enquanto você permanece com essas sensações, encaminhe sua atenção para o chakra coronário, situado no alto da cabeça, que se abre para cima. 
Coloque somente atenção no alto da cabeça e de uma pequena abertura visualize uma luz clara e violeta brilhando no seu interior.

Imagine que você entra no seu interior como num templo sagrado e de lá vê uma nova abertura, como um teto que por ele penetra uma luz branca e brilhante que se derrama sobre você e penetra pelos seus poros te preenchendo completamente.

Nesse momento você se torna pleno. 
Você reconhece que essa luz brilha dentro de você desde o começo, que ela te une ao criador e juntos vocês se tornam um.

Repouse nessa luz, sem desejar ou querer nada.
Simplesmente usufrua dessa magnitude do momento e se deixe iluminar. 
Você voltou a sua origem e essência, você chegou ao fim da sua viagem...

Essa luz permanecerá para sempre dentro de você, dentro de sua alma. 
Permita que isso permaneça em sua vida e dentro do seu mundo.

Vá voltando sua atenção novamente para o seu corpo, espreguice-se, respire profundamente e sinta que você está de volta no aqui-e-agora.
Com os olhos fechados ainda, sinta mais uma vez todas as emoções e sensações que essa viagem te despertou e com calma abra os olhos.


http://anjodeluz.net/exercicio.htm

SONS PARA ALINHAMENTO DOS CHAKRAS



Chakras são centros de energia, situados na metade do corpo.
Há sete deles, que governam nossas propriedades psicológicas.
Os chakras situados na parte mais inferior de nosso corpo são nosso lado instintivo, os mais elevados no nosso lado mental.
Chakras no meio do corpo
Os chakras podem ter vários níveis de atividade.
Quando estão "abertos", estão considerados operantes em uma forma normal.
Idealmente, todos os chakras contribuiriam a nosso ser.
Nossos instintos trabalhariam junto com os nosso sentimentos e pensar.
Entretanto, este não é geralmente o caso.
Alguns chakras não estão abertos bastante (sendo sob-ativo), e para compensar, outros chakras são sobre-ativos.

Chakra Coroa  -493.883 - B

Chakra Terceiro Olho -440.000Hz - A 

Chakra Garganta -415.305Hz - G

Chakra Coração -369.996Hz - F

Chakra Plexo Solar -329.628Hz - E


Chakra Sacral -293.665Hz - D


Chakra Raiz - 261.626Hz -C


http://www.sourcevibrations.com/Downloads.html



BAIXAR TODOS OS SONS EM RAR

INTRODUÇÃO AOS CHAKRAS


http://saintgermanchamavioleta.blogspot.com.br/2012/10/sons-para-alinhamento-dos-chakras.html

OS CHAKRAS E O PAI NOSSO

OS CHAKRAS E O PAI NOSSO

PARA QUE ESTA ENERGIA DE ALTA FREQUÊNCIA POSSA SER PERCEBIDA PELA MATERIALIDADE HUMANA, TEM QUE SER REBAIXADA — COMO SE FAZ COM A ENERGIA ELÉTRICA DE ALTA VOLTAGEM, QUE DEVE SER TRANSFORMADA (POR UM TRANSFORMADOR) — PARA QUE POSSAMOS UTILIZÁ-LA.

A ORAÇÃO DO PAI NOSSO É UMA INTERESSANTE SEQUÊNCIA DE AFIRMAÇÕES E PETIÇÕES, QUE SE INICIA NUM NÍVEL VIBRATÓRIO DE ALTA FREQUÊN
CIA, ALTAMENTE MÍSTICA E VAI DECRESCENDO ATÉ FREQUÊNCIAS MAIS BAIXAS, PURAMENTE ÉTICAS.

A ORAÇÃO DO PAI NOSSO É COMO UM CAMINHO, PORQUE PASSA A ENERGIA DENTRO DE UM TRANSFORMADOR. O TRANSFORMADOR, NO CASO, É O CORPO HUMANO, COM SEUS DIVERSOS NÍVEIS DE TROCA DE ENERGIA.

AS TROCAS DE ENERGIA NO CORPO FAZEM-SE ATRAVÉS DE PLEXOS NERVOSOS, COM RITMOS VIBRATÓRIOS DISTINTOS, QUE SE DISTRIBUEM PELO CORPO EM LOCAIS DENOMINADOS “CHAKRAS”.

A ENERGIA DIVINA É CHAMADA, PELA INVOCAÇÃO DE DEUS. ENTRA PELO ALTO DA CABEÇA, E VAI SENDO PROGRESSIVAMENTE TRANSFORMADA, A CADA CHACRA QUE PASSA, ATÉ ATINGIR O NÍVEL VIBRATÓRIO DO CHACRA BÁSICO (GENITAL), ONDE SE ENCONTRA NOSSA MATERIALIDADE.

TRAZ, DESTA FORMA, DEUS ATÉ NÓS!

VAMOS ACOMPANHAR, PASSO A PASSO, ESSA TRANSMUTAÇÃO DA ENERGIA DIVINA, PARA QUE TENHAMOS UMA COMPREENSÃO DA GRANDEZA DESTA ORAÇÃO QUE JESUS NOS DEIXOU.

CHAKRA CORONÁRIO — CHAMADO DA ENERGIA

PAI NOSSO QUE ESTÁS NOS CÉUS

ESTA PRIMEIRA AFIRMAÇÃO CONSISTE NA CHAMADA DA ENERGIA DO ALTO, NA ENTRADA DESTA ENERGIA PELO ALTO DA CABEÇA, ATRAVÉS DO PLEXO CORONÁRIO QUE, SEGUNDO OS ORIENTAIS, TEM MIL PÉTALAS E GIRA COM INCRÍVEL VELOCIDADE.

PAI!

A PRECE SE INICIA COM A CHAMADA: — PAI! ESTA SIMPLES AFIRMAÇÃO, IDENTIFICANDO DEUS COMO PAI, É DE UM EXTRAORDINÁRIO ALCANCE. AO CHAMARMOS DEUS DE PAI, ESTAMOS NOS IDENTIFICANDO COMO SEUS FILHOS.

COMO FILHOS, TEMOS A POTENCIALIDADE DO PAI EM NÓS. NOS IDENTIFICAMOS COM DEUS EM UM NÍVEL ENERGÉTICO EXTREMAMENTE ELEVADO. NESTE MOMENTO CAPTAMOS A ENERGIA DO ALTO!

NOSSO

QUANDO DIZEMOS “NOSSO”, ENTENDEMO-NOS COMO IRMÃOS DE TODOS OS SERES. O PAI É NOSSO; NÃO É SÓ MEU, PORQUE SOMOS TODOS IRMÃOS.

ESTA CONCEITUAÇÃO AMPLIA A ANTERIOR. A ENERGIA CONTIDA NESTA AFIRMAÇÃO – PAI NOSSO! – É POSSÍVEL EXPLICAR, MAS É IMPOSSÍVEL A UM SER HUMANO COMUM SENTIR ESTA AFIRMAÇÃO COM TOTAL PERCEPÇÃO DE AMOR. A EMOÇÃO CONTIDA NA TOTAL COMPREENSÃO DESTA AFIRMAÇÃO, SERIA DE TAL MAGNITUDE, QUE DESTRUIRIA O SISTEMA NERVOSO DE UM HOMEM COMUM.

A GRANDE MÍSTICA, SANTA TEREZINHA, NÃO CONSEGUIA DIZER A ORAÇÃO DO PAI NOSSO: QUANDO INICIAVA A ORAÇÃO, PERDIA OS SENTIDOS. SANTA TEREZINHA, NESSE MOMENTO, TINHA PERCEPÇÃO E CONSCIÊNCIA DESTA ENERGIA DE ALTÍSSIMA FREQUÊNCIA. FREQUÊNCIA QUE O ORGANISMO HUMANO NÃO TEM ESTRUTURA PARA SUPORTAR.

QUE ESTAIS NOS CÉUS

DEUS QUE ESTÁ EM TODA PARTE, QUE IMPREGNA TUDO, QUE É! ESTE É O CONCEITO QUE DEUS TRANSMITIU A MOISÉS, QUANDO ESTE PERGUNTOU-LHE QUEM ELE ERA. A RESPOSTA FOI:

- “SOU AQUELE QUE É!”

NESTA PRIMEIRA AFIRMAÇÃO DA ORAÇÃO, TEMOS A IDENTIFICAÇÃO DE DEUS, E A CHAMADA DO “NOME DE DEUS”. “AQUELE QUE É”! JAVÉ! JEOVÁ ! IOD-HÉ-VAU-HÉ! NOME QUE A BOCA HUMANA NÃO É CAPAZ DE PRONUNCIAR!

EXPLICAR TAIS CONCEITOS É POSSÍVEL; SENTI-LOS, ENTRETANTO, É TOTALMENTE IMPOSSÍVEL AO SER HUMANO NORMAL. COMO SE PODE VER POR ESTE INÍCIO, O QUE ESTÁ ESCRITO NOS EVANGELHOS TRANSCENDE EM MUITO A APARENTE SIMPLICIDADE DAS PALAVRAS. A GRANDEZA DO EVANGELHO NÃO ESTÁ NA LETRA MORTA, MAS NO ESPÍRITO DE QUEM O LÊ. O EVANGELHO É VIVO!

CHAKRA FRONTAL

SANTIFICADO SEJA O VOSSO NOME

PARA ENTENDER ESTA PETIÇÃO, TEMOS QUE ANTES ENTENDER O QUE QUER DIZER “SANTIFICADO”.

SANTIFICADO – “QUE SEJA CONSIDERADO SANTO”. SANTO ENVOLVE O CONCEITO DE PERFEIÇÃO E DE UNIVERSALIDADE.

NOME – O NOME NÃO É COMO IMAGINAMOS, UMA PALAVRA QUE DESIGNA ALGUMA COISA. NOME É A VOCALIZAÇÃO OU A MATERIALIZAÇÃO DE UM SER OU OBJETO. O NOME DE DEUS É IMPRONUNCIÁVEL!

SEGUNDO OS JUDEUS, ESSE NOME SÓ ERA PRONUNCIADO EM DETERMINADO DIA, NO ÂMAGO DO SANTUÁRIO DO TEMPLO, PELO SUPREMO SACERDOTE. O NOME É A EXCELÊNCIA DO SER OU DO OBJETO.

O NOME DE DEUS É A ESSÊNCIA DE DEUS – É O PRÓPRIO DEUS!

NESTA PETIÇÃO MÍSTICA, PEDIMOS QUE DEUS SEJA ACEITO POR TUDO E POR TODOS, COMO A PERFEITA HARMONIA UNIVERSAL (SANTO). COMO SENDO “AQUELE QUE É”! QUE DEUS SEJA A HARMONIA TOTAL, E QUE TUDO E TODOS SEJAM O SEU REINO!

AQUI ESTÁ EXPRESSO O CONCEITO MAIOR DA UNIDADE. TUDO E TODOS SÃO UM! ESTE CONCEITO NÃO PODE SER PERCEBIDO PELOS NOSSOS SENTIDOS.

COM ESTA PETIÇÃO MOBILIZAMOS A ENERGIA PELA PASSAGEM NO CHACRA FRONTAL. A ENERGIA TRANSFORMADA, NESTE PONTO, JÁ PERMITE UMA CERTA COMPREENSÃO, QUE MUITO SE APROXIMA DE UMA INSPIRAÇÃO, E QUE PODE SER PERCEBIDA ATRAVÉS DA REGIÃO FRONTAL OU DO “TERCEIRO OLHO”.

CHAKRA LARÍNGEO

VENHA A NÓS O VOSSO REINO

NA PETIÇÃO ANTERIOR PUDEMOS TER UMA PEQUENA INSPIRAÇÃO DO QUE SEJA O “REINO DE DEUS”. NESTA SEGUNDA PETIÇÃO MÍSTICA, PEDIMOS QUE ESTE “REINO”, ESTA HARMONIA DE TODOS E DE TUDO, VENHA ATÉ NÓS. O REINO DE DEUS MANIFESTA-SE ATRAVÉS DO VERBO! “NO INÍCIO ERA O VERBO, E O VERBO ESTAVA COM DEUS, E O VERBO ERA DEUS” (JOÃO 1, 1).

O VERBO, O LOGOS, O CRISTO, SE MANIFESTAM PELA PALAVRA. ATRAVÉS DA PALAVRA É QUE PODEMOS MATERIALIZAR A ENERGIA QUE VEM DE OUTROS NÍVEIS.

SABE-SE HOJE QUE O SOM É A ENERGIA VIBRATÓRIA QUE MAIS PRÓXIMO SE ENCONTRA DA MATÉRIA. COM FACILIDADE MATERIALIZAMOS UM SOM, FAZENDO VIBRAR A LIMALHA DE FERRO EM UMA PLACA, FORMANDO FIGURAS.

O SOM E O VERBO MANIFESTAM-SE ATRAVÉS DO CHACRA LARÍNGEO, ONDE ENCONTRA-SE NOSSA CAPACIDADE DE EXPRESSÃO PELA PALAVRA. O MODO DO REINO VIR ATÉ NÓS É ATRAVÉS DO NOSSO CHACRA LARÍNGEO. A CONCEITUAÇÃO EXPRESSA NESTA TERCEIRA AFIRMATIVA MOVIMENTA O CHACRA LARÍNGEO, PELA PASSAGEM DA ENERGIA DIVINA POR ELE.

NA SIMBOLOGIA DA TORRE DE BABEL, PODEMOS OBSERVAR QUE A PERDA DO REINO (HARMONIA ENTRE OS HOMENS), DEU-SE PELA PERDA DA POSSIBILIDADE DE EXPRESSÃO PELO HOMEM. A PERDIÇÃO DO HOMEM FOI PELA PERDA DA PALAVRA, EM CONSEQUÊNCIA DE SUA PRESUNÇÃO. NOTAMOS QUE, A CADA DESCIDA DA ENERGIA DIVINA, FICA-NOS MAIS ACESSÍVEL O ENTENDIMENTO.

CHAKRA CARDÍACO

SEJA FEITA VOSSA VONTADE ASSIM NA TERRA COMO NOS CÉUS

CLARO QUE A VONTADE DE DEUS SE FARÁ SEMPRE EM TODOS OS LUGARES! INDEPENDENDO DA NOSSA VONTADE E DAS NOSSAS ROGATIVAS. NOSSA VONTADE NÃO É ORIUNDA DA MENTE RACIONAL, COMO MUITO PRETENSIOSAMENTE JULGAMOS. A VONTADE É UM IMPULSO QUE PARTE DE DENTRO DO CORAÇÃO, QUE A MENTE TRANSFORMA E ADAPTA ÀS SUAS NECESSIDADES.

VEMOS NO EVANGELHO QUE MUITAS VEZES JESUS AFIRMA ESTE CONCEITO – “PORQUE PENSAIS ASSIM EM VOSSOS CORAÇÕES”.

QUE NOSSOS CORAÇÕES ACEITEM E ENTENDAM A “VONTADE DE DEUS”! ESTA É A SÍNTESE DA QUARTA PETIÇÃO.

NESTE PONTO A ENERGIA É TRANSFORMADA PELA PASSAGEM PELO PLEXO DO CHACRA CARDÍACO.

A PETIÇÃO É DE QUE NOSSO CORAÇÃO TENHA O ENTENDIMENTO DESTA VONTADE. QUE ESTA VONTADE SEJA ACEITA TANTO EM CIMA COMO EMBAIXO (NA TERRA COMO NOS CÉUS). A AFIRMAÇÃO ADQUIRE AQUI UMA CONOTAÇÃO INTERESSANTE. O CHACRA CARDÍACO É O CHACRA QUE FICA NO MEIO DO CORPO. A FIGURA DE CÉU E TERRA, COLOCADA NESTE PONTO DA ORAÇÃO, É DE UMA CLAREZA E DE UMA BELEZA POÉTICAS.

PODEMOS VER QUE A CADA DESCIDA DA ENERGIA, FICA MAIS COMPREENSÍVEL O ENTENDIMENTO E MAIS CLARA A CORRELAÇÃO COM OS PLEXOS ENERGÉTICOS (CHAKRAS) DO CORPO HUMANO.

NESTE PONTO ENCERRAM-SE AS 3 PETIÇÕES QUE SÃO DE CONTEÚDOS MÍSTICOS, PASSANDO-SE ÀS 4 SEGUINTES QUE SÃO DE CONTEÚDO ÉTICO.

CHAKRA DO PLEXO SOLAR

O PÃO NOSSO DE CADA DIA DAI-NOS HOJE

AS PETIÇÕES ÉTICAS SÃO DE MAIS FÁCIL ENTENDIMENTO. A ENERGIA JÁ SE ENCONTRA EM NÍVEIS VIBRATÓRIOS PRÓXIMOS À NOSSA CONSCIÊNCIA. DE UMA FORMA POÉTICA, O PÃO ESTÁ REPRESENTANDO TODAS AS NOSSAS NECESSIDADES DE SOBREVIVÊNCIA NESTE MUNDO. DIFÍCIL ACHAR FORMA MAIS CLARA DE EXPRESSAR TAL ABRANGÊNCIA.

“O PÃO NOSSO DE CADA DIA DAI-NOS HOJE” – NÃO O PÃO DO DIA DE AMANHÃ: SOMENTE O DE CADA DIA, A SEU TEMPO. ESTA PETIÇÃO ENVOLVE NÃO SÓ A SATISFAÇÃO DE NOSSAS NECESSIDADES MATERIAIS, COMO TAMBÉM AS PSICOLÓGICAS, PEDINDO QUE TENHAMOS CONFIANÇA E FÉ DE QUE O PÃO DE AMANHÃ SERÁ SERVIDO A SEU TEMPO. QUE NÃO TENHAMOS AMBIÇÃO E GANÂNCIA PARA ACUMULAR TESOUROS TERRENOS, QUE AS TRAÇAS E A FERRUGEM DESTRÓEM.

A PRIMEIRA PETIÇÃO ÉTICA É CLARAMENTE A ATIVAÇÃO DO PLEXO SOLAR.

CHAKRA UMBILICAL

PERDOA AS NOSSAS DIVIDAS, ASSIM COMO NÓS PERDOAMOS OS NOSSOS DEVEDORES

ESTA PETIÇÃO, QUE DE INÍCIO PARECE MÍSTICA, É UMA FORTE PETIÇÃO ÉTICA, COMO VAMOS VER A SEGUIR. NAS NOSSAS DÍVIDAS ESTÃO AS NOSSAS CULPAS. QUANDO TEMOS CULPA, FICAMOS VINCULADOS A ESSA CULPA DE UMA MANEIRA QUASE FÍSICA.

A CULPA NOS PRENDE PELA EMOÇÃO. A EMOÇÃO É DIFERENTE DO SENTIMENTO; É ACOMPANHADA DE MANIFESTAÇÕES FÍSICAS (CALAFRIOS, RUBORES, SUORES, ARREPIOS). AS EMOÇÕES SÃO PERCEBIDAS ATRAVÉS DO ABDÔMEN. OS VÍNCULOS OBSESSIVOS COM ENTIDADES ESPIRITUAIS FAZEM-SE ATRAVÉS DO PLEXO UMBILICAL.

COMO É POSSÍVEL PERDOAR NOSSAS CULPAS? SERIA INJUSTO DEUS PERDOAR UNS E NÃO PERDOAR OUTROS. NÃO É DEUS QUE PERDOA NOSSAS CULPAS, SOMOS NÓS MESMOS! PERDOAMOS NA MEDIDA EM QUE NOS TORNAMOS CAPAZES DE PERDOAR OS NOSSOS DEVEDORES. QUANDO CONSEGUIMOS PERDOAR NOSSOS DEVEDORES, DESFAZEMOS ESSE VÍNCULO UMBILICAL DA CULPA. PERDOAR OS NOSSOS DEVEDORES NÃO É UMA ATITUDE MÍSTICA E SIM ÉTICA.

PERDOAR, OU NÃO, OS NOSSOS DEVEDORES, É MAIS IMPORTANTE PARA NÓS DO QUE PARA O DEVEDOR. PERDOAR É UMA ATITUDE LÓGICA, RACIONAL E DO INTERESSE DE CADA UM. NA MEDIDA EM QUE PERDOAMOS É QUE SOMOS PERDOADOS. POR MAIS QUE SEJAMOS PERDOADOS, SÓ ESTAREMOS PERDOADOS, QUANDO NÓS MESMOS NOS PERDOARMOS! ESTA SEGUNDA PETIÇÃO ÉTICA É COLOCADA DE UMA FORMA IMPRESSIONANTE SOBRE O PLEXO UMBILICAL, ORIENTANDO A FORMA COM QUE A ENERGIA TRAMITA POR ESTE CHACRA.

CHAKRA SACRO

NÃO NOS DEIXEIS CAIR EM TENTAÇÃO

ESTA PETIÇÃO TEM CARACTERÍSTICAS MUITO INTERESSANTES. NÃO SE PEDE AQUI PARA QUE NÃO EXISTAM TENTAÇÕES. TAMBÉM NÃO SE PEDE QUE NÃO SEJAMOS SUBMETIDOS ÀS TENTAÇÕES. QUE EXISTAM! QUE SEJAMOS TENTADOS! QUE TENHAMOS FORÇA PARA NÃO CAIRMOS NELAS!

NÃO PODEMOS EVITAR AS TENTAÇÕES DA MATÉRIA, PORQUE VIVEMOS NELA. VIVER NA MATÉRIA É A PRINCIPAL FINALIDADE DE NOSSA EXISTÊNCIA NESTE “ÉON”. NÃO PODEMOS PEDIR QUE NOS LIBERTE DO MUNDO! PEDIMOS QUE NÃO FIQUEMOS PRESOS ÀS TENTAÇÕES DO MUNDO. QUE SAIBAMOS VIVER NO MUNDO SEM FICARMOS PRESOS ÀS COISAS TERRENAS.

COM ESTA TERCEIRA PETIÇÃO ÉTICA CHEGAMOS COM A ENERGIA DIVINA ATÉ NOSSA MATERIALIDADE TERRENA.

NOSSOS PLEXOS SACRO E GENITAL (BÁSICO) SÃO A PARTE DO NOSSO CORPO QUE NOS PÕE EM CONTATO COM O MUNDO MATERIAL. NESTE PONTO, TEMOS MAIS UMA INTERESSANTE COLOCAÇÃO DESTA PRECE, QUANDO SEPARA O CHACRA SACRO DO CHACRA BÁSICO. HÁ ENTRE OS ESTUDIOSOS DOS CHACRAS AQUELES QUE OS CONSIDERAM COMO UM ÚNICO CHACRA. PROVAVELMENTE COM A INTENÇÃO DE QUE O NÚMERO DOS CHACRAS SEJA SETE.

NA PRECE, OS CHACRAS SACRO E BÁSICO APARECEM SEPARADOS DE UMA FORMA BASTANTE SUTIL, O QUE DÁ MARGEM A INTERPRETAR OS CHACRAS COMO SETE OU OITO. A ÚLTIMA PETIÇÃO PODE PARECER INCLUÍDA NESTA.

CHAKRA BÁSICO

LIVRAI-NOS DO MAL

ESTA ÚLTIMA PETIÇÃO ÉTICA É DE DIFÍCIL INTERPRETAÇÃO. FICOU CLARO NA PETIÇÃO ANTERIOR, QUE A TENTAÇÃO NÃO É O MAL.

O QUE SERIA ESTE MAL? PODER-SE-IA ENTENDER O MAL COMO SENDO O CAMINHO DA SATISFAÇÃO DOS SENTIDOS, O MERGULHO DO HOMEM NA SUA MATERIALIDADE. SENDO ESTE CAMINHO UMA OPÇÃO DE FÉ E DE VIDA. ALEGAM ALGUNS MAGOS NEGROS QUE ESTA SERIA UMA OPÇÃO DIVINA. JÁ FOI O PRÓPRIO DEUS QUE NOS COLOCOU OS SENTIDOS E NOS PROPORCIONOU O PRAZER EM SATISFAZÊ-LOS.

A DOUTRINA DE JESUS É CLARA EM MOSTRAR QUE É MESMO NECESSÁRIO QUE TENHAMOS NOSSOS SENTIDOS SATISFEITOS, ATÉ O MOMENTO EM QUE TENHAMOS CHEGADO AO FIM DO POÇO DA JORNADA DA SATISFAÇÃO DESTES SENTIDOS, PARA ENTÃO REINICIARMOS O CAMINHO DE VOLTA A DEUS, COMO BEM ESTÁ DEMONSTRADO NA PARÁBOLA DO FILHO PRÓDIGO.

O HOMEM É SEM DUVIDA MUITO MAIS QUE A SUA MATERIALIDADE. A PLENA SATISFAÇÃO DA MATERIALIDADE NÃO CONDUZ O HOMEM À FELICIDADE. ESTE FATO ESTÁ SENDO DEMONSTRADO DE MODO PRÁTICO E CLARO, NESTE FIM DE CICLO PELO QUAL ESTAMOS PASSANDO.

O HOMEM VEM TENDO TODAS AS SUAS NECESSIDADES SATISFEITAS PELO PROGRESSO DA CIÊNCIA E DA TECNOLOGIA, SEM QUE ISTO O TORNE MAIS FELIZ. ESTA INTERPRETAÇÃO NÃO FAZ SENTIDO, NÃO SÓ NESTA PRECE, COMO TAMBÉM NÃO SE SUSTENTA POR SI MESMA.

O VERDADEIRO MAL TAMBÉM NÃO CONSISTE EM SE SER MAU. A GRANDE MAIORIA DOS QUE SÃO MAUS, O SÃO POR DEFESA, POR MEDO, OU POR IGNORÂNCIA. “DEUS FAZ NASCER O SOL TODAS AS MANHÃS IGUALMENTE PARA OS BONS E PARA OS MAUS”. NÃO SE PODE ACEITAR QUE EXISTA UM MAL ORGANIZADO, QUE SE CONTRAPONHA AO BEM E À HARMONIA DE DEUS. DESTA FORMA, ESTARÍAMOS ACEITANDO UM DEUS QUE NÃO SERIA ONIPOTENTE. NÃO HÁ DUALIDADE ENTRE BEM E MAL. FAZER O MAL GERA UMA REAÇÃO EXTERNA, QUE SE VOLTA CONTRA O PRÓPRIO HOMEM, CRIANDO AGRESSÕES DOS OUTROS HOMENS OU DO MEIO.

QUANTO MAIS ADIANTADO O HOMEM, FAZER O MAL GERA UMA DESARMONIA INTERNA QUE O FAZ SOFRER. O HOMEM ESTÁ NO MUNDO PARA EVOLUIR E CRESCER, NA COMPREENSÃO DESTE CICLO EVOLUTIVO. SENDO MAU, VAI DE ALGUMA FORMA MOVIMENTAR FORÇAS QUE SE VOLTARÃO CONTRA ELE, NÃO COM O INTUITO DE PUNI-LO, MAS DE EDUCÁ-LO NA COMPREENSÃO DESTE CICLO EVOLUTIVO. DESTA FORMA, VEMOS QUE SER MAU NÃO É O VERDADEIRO MAL.

ESTAS OBSERVAÇÕES LEVAM-NOS A ADMITIR QUE O VERDADEIRO MAL ESTÁ NA INÉRCIA DO HOMEM.

O MAL ESTÁ EM SER MORNO, NÃO SER FRIO NEM QUENTE. O MAL ESTÁ EM NÃO USAR OS “TALENTOS” COM QUE FOMOS BRINDADOS. O MAL ESTÁ EM FICAR PARADO! – CONFORME FOI DITO PELO PRÓPRIO JESUS.

COM ESTA ULTIMA PETIÇÃO, SE ENCERRA ESTA MARAVILHOSA ORAÇÃO.

A ENERGIA DIVINA FOI TRAZIDA ATÉ NÓS, REBAIXADA GRADUALMENTE ATRAVÉS DOS NOSSOS VÓRTICES DE ENERGIA (CHAKRAS), VINDO FINALMENTE NOS DAR UM IMPULSO DE VIDA. IMPULSO PARA QUE SIGAMOS ADIANTE!

PARA QUE ANDEMOS!

PARA QUE VIVAMOS!

POR QUE VIVENDO, BEM OU MAL, CERTO OU ERRADO, INEVITAVELMENTE ESTAREMOS CUMPRINDO A VONTADE DE DEUS QUE ESTÁ EM NÓS!

AMÉM!

(desconheço a autoria do texto)

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

O QUE É LUA AZUL E SEUS RITUAIS


Lua azul e sua magia
A Lua Azul acontece, em média:
• Uma vez a cada dois anos e sete meses;
• Sete vezes a cada dezenove anos; e
• Trinta e seis vezes num século.
• Isso se deve a que um mês terrestre tem em média 30,5 dias enquanto o mês lunar tem 29,5 dias.

É chamada de Lua Azul, por ser a 2ª Lua Cheia dentro do mesmo mês. É um momento fantástico para trabalhar o eu interior, a religiosidade, a intuição e potencializar os poderes psíquicos.

Favorece ainda a prosperidade e a abundância como um todo. A Lua exerce incrível influência sobre nós uma vez que nosso corpo é constituído 70% de água e, essa influência atua no corpo emocional.

Para comunhão com as forças do Universo, seguem 4 rituais para serem celebrados nesse dia:

Faça uma mandala com velas:

Deverá iniciar a mandala pelo leste (onde nasce o sol) com a vela branca. Os outros pontos: norte, sul, oeste, também deverão ter a vela branca. O círculo de velas no chão, livre de cortinas e correntes de vento, deverá ficar assim:

1ª branca (leste)
2ª vermelha
3ª laranja
4ª branca (sul)
5ª amarela
6ª marrom
7ª branca (oeste)
8ª verde clara
9ª verde escura
10ª branca (norte)
11ª rosa
12ª lilás
13ª azul no centro da mandala (corresponde à 13ª lua)

Em volta do círculo da velas, faça um circulo com violetas de diversas cores ou com maças e ofereça com muito carinho e amor à todas as fadas com gratidão pela prosperidade.

Depois que acender as velas, faça a oração de Iniciação (anexa) em voz alta. Em seguida ofereça as violetas ou as maças a todas as fadas e faça a oração da Prosperidade e para o amor, também em voz alta.

As orações poderão ser feitas diariamente.
As violetas ou as maças poderão ser ofertadas a clientes ou a pessoas amigas e queridas.
As sobras das velas colocadas em uma planta bem bonita.

PARA COMUNHÃO COM AS FORÇAS DO UNIVERSO
Seguem rituais para serem celebrados nesse dia:

BÊNÇÃOS PARA A PROSPERIDADE
O contato com os elementais é favorecido, principalmente com as fadas.
Faça um círculo com vasinhos de violeta de todas as cores e coloque no centro desse círculo o pedido que desejar, colocando uma maçã bem bonita sobre os pedidos.
Peça à Aisling, Deusa Celta da Esperança e das Fadas que derrame sobre você todas as bênçãos de prosperidade. Podem ser colocados também outros pedidos como saúde, proteção, harmonia interior ou o que desejar.
Acenda uma vela azul posicionada a Leste (onde nasce o Sol) e uma rosa a Oeste (onde o Sol se põe), musica suave de flauta, se tiver e faça:
• Oração de Iniciação
• Oração de prosperidade

BÊNÇÃOS PARA O AMOR
O contato com os elementais é favorecido, principalmente com as fadas.
Faça um círculo com vasinhos de violeta em tons de rosa e coloque no centro desse círculo, o pedido que desejar, com uma maça bem bonita sobre o pedido.
Peça a Aisling Deusa Celta da Esperança e das Fadas que derrame sobre você todas as bênçãos para o amor e realização afetiva.
Acenda uma vela rosa posicionada a Leste (onde nasce o Sol) e uma azul a Oeste (onde o Sol se põe), musica suave de flauta, se tiver e faça:
• Oração de Iniciação
• Oração para o amor

RITUAL EM GRUPO
Esses rituais também poderão ser feitos em grupo. Nesse caso, cada pessoa deve percorrer o círculo descalça, com as velas acesas, a de cor rosa na mão esquerda e a azul na mão direita antes de colocar o pedido em baixo da maçã. Ao terminar o círculo, passe as velas para a pessoa seguinte e coloque o pedido sob a maçã.
Formar a fila de pessoas que vão percorrer o círculo na ordem dos signos de cada uma, ou seja: primeiro as de Áries depois Touro, Gêmeos, Câncer, Leão, Virgem, Libra, Escorpião, Sagitário, Capricórnio, Aquário finalizando com as pessoas do signo de Peixes.

OBSERVAÇÃO
No final do ritual a maçã deve ser colocada num vaso com flores naturais ou num jardim. Os pedidos queimados e as cinzas assopradas ao vento.

Seguem as orações:

ORAÇÃO DE INCIAÇÃO
DEUS DE INFINITA BONDADE.

• Que eu seja banhada (o) pela luz primordial
• Que eu esteja unida (o) com a sabedoria Terra
• Que eu identifique meu espaço dentro do conceito cósmico
• Que eu tenha percepção das energias sutis
• Que eu seja um espelho da força do amor
• Que eu limpe as nuvens de minha visão
• Que eu saiba o que é preciso saber
• Que eu revele a verdade e o caminho mais sábio
• Que eu enxergue através da perspectiva superior
• Que eu aceite o ser humano sem julgamentos
• Que eu possa sempre manter a tolerância
• Que eu exerça o significado real do amor
• Que eu possa aceitar e usar minha própria força
• Que eu e meu Eu Superior atuem em conjunto
• Que eu mantenha sempre a calma interior
• Que eu respeite o livre arbítrio do outro
• Que eu tenha o equilíbrio entre as polaridades
• Que eu irradie luz através da própria força criadora
• Que assim seja e assim será! Sempre!

ORAÇÃO DE PROSPERIDADE
Supremo Deus de Infinita bondade.
Sou um ser sadio, rico e feliz!
A minha mente, pensamento e emoções são perfeitos e sadios.
A harmonia e a riqueza fazem parte de todas as células e átomos do meu corpo.
Desintegram-se agora todos os medos, conflitos e crenças anteriores, fortalecendo o merecimento de receber, saúde, riqueza e felicidade.
A riqueza está presente em minha vida todos os dias de forma natural e positiva.
Riqueza física, riqueza mental, riqueza espiritual, riqueza emocional e riqueza material.
A riqueza, como tudo que existe no Universo também é uma energia.
Essa energia tem a cor dourada.
Respiro essa energia dourada e sinto-a invadindo todo meu Ser.
Sou próspero bem sucedido nos negócios, tranqüilo e sereno.
Conscientizo-me da Lei da Riqueza.
A natureza é um altar de servir e dela participo ativamente.
Sou um Ser da prosperidade.
Sou realmente um ser sadio, rico e feliz!
Assim é em minha mente...
Assim passa a ser em minha vida agora.

ORAÇÃO PARA O AMOR
Senhor...
Na eternidade que é a evolução de minha alma, tudo é perfeito e pleno.
No entanto, minha vida está sempre mudando.
É um constante reciclar de experiências.
Cada momento é novo e fresco, e sinto em cada dia é um recomeço.
Senhor...
Na perfeição de todas as formas de criação, criaste as polaridades.
Existe em mim uma fonte infinita de amor, amor a Deus,
amor à família, amor à natureza, amor ao próximo.
Mas também preciso compartilhar, preciso amar e ser amada (o).
Quero ser feliz e dividir minhas alegrias.
Senhor...
Ilumina minha alma, acalma meu coração,
Liberta-me desta angústia e solidão.
Direciona meus passos na seqüência certa para uma união feliz.
Que eu atraia somente pessoas dignas e benéficas para minha vida.
Senhor...
Que a Onipotência de sua mão se estenda abençoando todo o meu ser.
Amém!

Miriam Carvalho
http://somostodosum.ig.com.br/



Ritual para a Lua Azul

Esse é um ritual para conectar-se com as energias da Lua. Ele aumenta a intuição, a magia e dá tranqüilidade e alegria, mesmo nos momentos mais problemáticos da vida. Ele também trabalha a fartura e a prosperidade. Pode ser feito sozinho ou com amigos. Esse ritual, um esbat, tem ar de celebração e deve ser muito leve e sincero. É ideal para uma Lua Azul, mas você pode fazer em qualquer Lua Cheia sempre que desejar. Experimente! Você vai se surpreender com o equilíbrio e a harmonia que experimentará a partir daí!

Você vai precisar de:

Uma taça de vinho branco ou leite
Um bolo em Lua crescente
Flores brancas
Cristais
Vela branca
Incenso
Pedras claras

Em uma noite de Lua Cheia, faça um círculo com as pedras claras, caminhando no sentido horário, enquanto entoa um cântico.

- Minha deusa celestial, minha amiga Lua, minha irmã e companheira, eu celebro tua presença.


Dentro do círculo, enfeite com as flores brancas e os cristais. Acenda a vela branca e o incenso.

- Que a deusa esteja presente em minha alma. Assim como esta chama se acende, que meu coração se acenda com tua presença.


Erga seus braços e contemple a Lua. Visualize a luz de prata derramando-se sobre você. Este é um ritual de contemplação. Não há necessidade de muitas palavras.

- Eu agradeço, minha deusa e peço que abençoe este alimento para que a magia, a fartura e o amor cresçam em minha vida.


Erga o vinho e a bandeja de bolo à Lua. Veja a luz de prata cobrindo os alimentos. Recoloque os alimentos no altar e faça alguns minutos de meditação, pensando nas coisas que você deseja atrair para sua vida. Então, coma o bolo e beba o vinho (ou o leite). Se houverem mais pessoas presentes, elas também devem ser servidas. Pode haver música e dança para celebrar a ligação com a Lua. O bolo continuará encantado, podendo inclusive ser guardado e consumido depois.
Em combinação com esse ritual, que pode ser feito como abertura, você pode realizar outras magias de acordo com seus desejos mais profundos. Tudo o que for encantado na Lua Azul terá muito mais poder! Aproveite para fazer pós mágicos, poções, água da Lua, elixires, encanar cristais e instrumentos. 


www.omundodeeddie.blogspot.com.br



Outro Ritual: 

O ideal é que hoje vocês busquem algo que realmente precisam. Se você estiver em busca de um amor, de sabedoria, de prosperidade, enfim, todo ritual terá 3 vezes mais poder durante essa lua. Você deve decorar o altar e o recinto com símbolos do que você deseja alcançar. Recomendo entretanto, que vocês demarquem o circulo com treze velas (representando as 13 luas cheias), sendo que no perímetro do circulo ficarão doze velas e no centro do circulo você colocará aquela que representa a lua azul. Algumas pessoas preferem colocar todas as velas brancas ao redor do circulo e no centro uma vela azul, eu pessoalmente gosto de colocar velas coloridas representando a essência de cada uma das 13 luas, ficando assim: vermelho, azul-claro, verde escuro, roxo, preto, branco, verde-claro, rosa, laranja, amarela, marrom e branco novamente, ficando a vela azul escuro no centro do circulo. Comecem o ritual como de costume, com todas as preparações pré-rituais que já estão acostumados e com a abertura do circulo e as invocações. É bom iniciar com um agradecimento de tudo que já alcançou com a ajuda da deusa nos esbats anteriores, algumas pessoas fazem isso com um poema, mas uma simples oração de agradecimento já terá um poder enorme. Peça a deusa também que o ilumine e que lhe transmita força, sabedoria, proteção e longevidade. Feito isso você pode agora realizar o ritual de sua escolha que pode ser de qualquer área da vida espiritual ou material em que você esteja precisando. Um sortilégio bem interessante para ser realizado durante o esbat é o pote dos desejos, na verdade não é bem um pote, é mais um vidrinho ou uma garrafinha de vidro se preferir. Se puder pinte o vidrinho de azul e o enfeite de acordo com sua imaginação, durante o ritual você deverá escrever pedidos que você deseja muito que aconteçam antes da próxima lua azul, enquanto escreve visualize os seus desejos se tornando realidade, tenha fé em tudo que você faz, feito isso eleve o pote a luz da lua e diga algo como:
“ Lua Azul desejos vou lhe enviar                                                                                  
Que a Deusa Mãe ouça os meus pedidos
Os desejos, objetivos e sonhos que aqui tenho estão
Atribuidos do meu poder, do poder de tudo que me cerca e do seu poder divino
Em dois anos de tempo verei resultados desses desejos atraídos até mim
Neste frasco os depositarei
E selarei com magia de amor e confiança
Que agora se manifesta na sua luz divina que irradia sobre mim
Que assim seja”
O frasco deverá ser lacrado e permanecer discretamente em seu altar até a próxima lua azul, onde você poderá deslacrar, ler os pedidos em voz alta e agradecer por suas conquistas obtidas e voltar a fazer o ritual no mesmo recipiente. Esse esbat também é muito propicio para a realização de elixires lunares, onde você pode escolher a opção que eu demonstrei no esbat desse mês aqui.
Concluido o ritual que vocês escolheram fazer terminem o esbat como de costume, agradecendo e fechando o circulo. Seria bom deixar no altar como oferenda um cálice de vinho, essa noite também é propicia ao contato com elementais e seres místicos, deixar oferendas para eles como frutas também seria uma boa escolha. Se você é adepto da Fairy Wicca ou gosta de ter contato com o povo das fadas, experimente deixar uma maça ou mel com um pequeno pedido no seu jardim, elas de certo aprovarão sua ação ;)
Bom, isso é tudo. Tenham uma lua azul abençoada ;)
www.grimoriodaluna.blogspot.com.br

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

O GATO ZEN


Conto: O Gato Zen =^.^=

O Homem estava muito triste. Sabia que os dias do Gato estavam contados. O médico havia dito que não havia mais nada a fazer, que ele deveria levar o Gato para casa, e deixá-lo o m

ais confortável possível.

O Homem acariciou o Gato em seu colo e suspirou. O Gato abriu os olhos, ronronou e olhou para o Homem. Uma lágrima escorreu pela face do Homem e caiu na testa do Gato. O Gato lhe lançou um olhar ligeiramente irritado.


"Por que você está chorando, Homem?", perguntou. "Porque não suporta a idéia de me perder? Porque acha que nunca vai poder me substituir?"


O Homem fez que sim com a cabeça.


"E para onde acha que eu irei quando deixar você?", o Gato perguntou.


O Homem deu de ombros, sem saber o que dizer.


"Feche os olhos, Homem", disse o Gato. O Homem o olhou sem entender bem, mas obedeceu.


"De que cor são meus olhos, meu pêlo?", o Gato perguntou.


"Os olhos são dourados e o pêlo é marrom, um marrom intenso e vivo", o Homem respondeu.


"E em que parte do corpo tenho pêlos mais escuros?", o Gato perguntou.


"Nas costas, no rabo, nas pernas, no nariz e nas orelhas", disse o Homem.


"E em que lugares você mais costuma me ver?", perguntou o Gato.


"Eu vejo você... no parapeito da janela da cozinha, observando os passarinhos... na minha cadeira preferida... na escrivaninha, deitado em cima dos papéis de que eu preciso... no travesseiro ao meu lado, à noite".


O Gato assentiu.


"Você consegue me ver em todos esses lugares agora, mesmo de olhos fechados?", perguntou.


"Claro. Vi você neles por muitos anos", o Homem disse.


"Então, sempre que você quiser me ver, tudo o que precisa fazer é fechar os olhos", disse o Gato.


"Mas você não vai estar lá de verdade", respondeu o Homem com tristeza.


"Ah, é mesmo?", disse o gato. "Pegue aquele barbante do chão - ali, meu 'brinquedo'".


O Homem abriu os olhos, esticou o braço e pegou o barbante. Tinha uns 60 centímetros e o Gato conseguia se divertir com ele por horas e horas.


"De que ele é feito?", o Gato perguntou.


"Parece que é de algodão", o Homem disse.


"Que vem de uma planta?", perguntou o Gato.


"Sim," disse o Homem.


"De uma só planta ou de muitas?"


"De muitos algodoeiros," o Homem respondeu.


"E seria possível que outras plantas e flores nascessem no mesmo solo do algodoeiro? Uma rosa poderia nascer ao lado do algodão, não?", perguntou o Gato.


"Sim, acho que seria possível", disse o Homem.


"E todas as plantas se alimentariam do mesmo solo e da mesma chuva, não é?", o Gato perguntou.


"Sim", disse o Homem.


"Então, todas as plantas, a rosa e o algodão, seriam muito parecidas por dentro, mesmo aparentando ser muito diferentes por fora", disse o Gato.


O Homem concordou com a cabeça, mas não conseguia entender o que aquilo tinha a ver com a situação.


"E então, aquele barbante", disse o Gato, "é o único barbante do mundo feito de algodão?"


"Não, claro que não", disse o Homem, "foi tirado de um rolo de barbante".


"E você sabe onde estão todos os outros pedaços de barbante, e todos os outros rolos?", perguntou o Gato.


"Não, não sei... seria impossível saber", disse o Homem.


"Mas mesmo sem saber onde estão, você acredita que eles existem. E mesmo que alguns pedaços de barbante estejam com você, e outros estejam em outros lugares... mesmo que alguns sejam curtos e outros sejam compridos, e mesmo que seu rolo de barbante não seja o único no mundo... você concorda que há uma relação entre todos os barbantes?", o Gato perguntou.


"Nunca tinha pensado nisso, mas acho que sim, há uma relação", o Homem disse.


"O que aconteceria se um pedaço de barbante caísse no chão?", perguntou o Gato.


"Bom... ele ia acabar enterrado, e se decompondo na terra", o Homem disse.


"Sei", disse o Gato. "E talvez nascesse mais algodão naquele lugar, ou uma rosa".


"Pode ser", concordou o Homem.


"Quer dizer que a rosa no parapeito da janela pode ter alguma relação com o barbante na sua mão, e também com todos os barbantes que você nunca viu", disse o Gato.


O Homem franziu a testa, pensando.


"Agora pegue uma ponta do barbante em cada mão", instruiu o Gato.


O Homem fez o que foi pedido.


"A ponta na mão esquerda é o meu nascimento, e a na mão direita é minha morte. Agora junte as duas pontas", disse o Gato.


O Homem obedeceu.


"Você formou um círculo contínuo", disse o Gato. "Alguma parte do barbante parece diferente, melhor ou pior que qualquer outra parte dele?"


O Homem examinou o barbante e então fez que não com a cabeça.


"O espaço dentro do círculo parece diferente do espaço fora dele?", o Gato perguntou.


De novo, o Homem fez que não com a cabeça, mas ainda não sabia se estava entendendo onde o Gato queria chegar.


"Feche os olhos de novo", disse o Gato. "Agora lamba a mão".


O Homem arregalou os olhos, surpreso.


"Faça o que eu digo", disse o Gato. "Lamba a mão, pense em mim em todos os meus lugares costumeiros, pense em todos os pedaços de barbante, pense no algodão e na rosa, pense em como o interior do círculo não é diferente do exterior".


O Homem se sentiu bobo, lambendo a mão, mas obedeceu. Ele descobriu o que um gato deve saber, que lamber uma pata é muito relaxante, e ajuda a pensar mais claramente. Continuou a lamber, e os cantos da boca começaram a esboçar o primeiro sorriso que ele dava em muitos dias. Esperou que o Gato lhe mandasse parar mas, como este não mandou, abriu os olhos. Os olhos do Gato estavam fechados. O Homem acariciou o pêlo marrom, quente, mas o Gato havia morrido.


O Homem cerrou os olhos com força e as lágrimas começaram a escorrer pelo seu rosto.


Viu o Gato no parapeito da janela, na cama, deitado em cima dos papéis importantes. Ele o viu no travesseiro ao seu lado, viu os olhos dourados brilhantes, e o marrom mais escuro no nariz e nas orelhas. Abriu os olhos e, por entre as lágrimas, olhou para a rosa que crescia em um vaso na janela, e depois para o barbante que ainda segurava apertado na mão.


Um dia, não muito depois, tinha um novo Gato no colo. Era uma linda gata malhada... tão diferente do seu querido Gato anterior mas, ao mesmo tempo, tão parecida.

`•.¸.•´ ♥ ჱܓ♥*“ `•.¸.•´ ♥ ჱܓ♥*“

O Gato Zen é um conto que faz parte do livro Pedaços do meu coração, coletânia de escritos de Jim Willis, ativista de causas animais norte-americano.


www.aquisoentramgatos.blogspot.com.br

GATOS FAZEM BEM PARA MULHERES DURANTE A GRAVIDEZ E O TRABALHO DE PARTO


 Outro dia, em uma conversa do Grupo de Gestantes do DCE-UNICEUB, começamos a falar sobre animais domésticos, sua presença durante o parto, e os cuidados que se devem tomar durante a gestação. Comecei então a pesquisar um pouco mais sobre isso, e encontrei algumas informações muito interessantes a respeito dos gatos, que gostaria de compartilhar com vocês.




Gatos convivem com os seres humanos há aproximadamente 9 mil anos. Há dois mil anos, no Antigo Egito, eram considerados como animais sagrados e úteis, de natureza mística e delicada, e venerados.

Uma gata preta, com um brinco ou colar, ou uma mulher com cabeça de gato, representava a deusa
Bastet, e simbolizava os poderes benéficos do Sol. Além de Bastet, Rá e Osíris, também deuses egípcios, eram ocasionalmente representados por figuras felinas. Bastet, a deusa-gata, era a protetora dos gatos, das mulheres, das crianças, da maternidade e da cura. Era a guardiã dos lares e a feroz defensora da prole, representante do amor maternal.
 

Imagem de uma mulher parindo de cócoras,
 amparada por duas divindades;
 Templo de Hathor de Dendera 
(304-30 BC; Museu Egípcio, Cairo). 
Essa divindade também estava associada à Lua, e protegia os partos e as mulheres grávidas de doenças e da influência dos maus espíritos. Acreditava-se que os gatos possuíam a visão do outro mundo e que sua presença era benéfica, inclusive nos locais onde ocorríam os partos, pois eles afastavam os maus espíritos e convidavam a presença de divindades de bom augúrio.

No Antigo Egito, o gato era considerado um ser divino, de tal ordem que, se um deles morresse de morte natural, as pessoas da casa onde vivia raspavam as sobrancelhas em sinal de luto. No santuário de Bastet, em Bubástis, foram encontrados milhares de gatos mumificados, assim como inúmeras efígies de bronze, o que mostra a veneração a esse animal na cultura egípcia.


O gato é um símbolo que assumiu múltiplos significados entre as diferentes civilizações ao longo da história. Segundo a tradição celta, ele teria nove vidas. Posteriormente, durante a Idade Média, a sabedoria popular passou a atribuir-lhe sete vidas. Animal misterioso, associado aos poderes da lua, ao mundo da magia e às bruxas, sofreu perseguições nos países cristãos por ser considerado um enviado das trevas, uma encarnação do demônio.
Na Cabala e no budismo, a figura do gato representa a sabedoria, a prudência e a vivacidade.



A capacidade única dos gatos de ronronar foi, durante muito tempo, admirada e mistificada. Em diferente culturas, atribuía-se ao ronronar dos gatos o poder de curar doenças, e até mesmo de aliviar a dor do trabalho de parto, pois ajudava a acalmar a mulher. 

O gato foi utilizado em muitas culturas como mediador de cura espiritual, assim como os cristais, o que acabou reforçando sua associação com práticas de magia negra.


Na Europa do século XIV, a perseguição aos gatos atingiu seu auge quando foram injustamente acusados de propagar a peste bubônica e caçados até o limite da desaparição. Foi então que ocorreu a pandemia de peste bubônica na Europa (1347-1352). Quando descobriu-se que não eram os gatos, mas sim os ratos, que transmitiam a doença, os gatos passaram a ser mantidos por perto como seres de "utilidade pública" destinados a controlar a proliferação dos roedores, inclusive em navios, porém, sua reputação já estava feita e muitas pessoas sentíam um verdadeiro pavor infundado dessas criaturas.


A imagem pejorativa dos gatos nos acompanha até hoje. É possível observar claramente, sobretudo em desenhos animados infantis, como a imagem dos gatos como sendo seres traiçoeiros, interesseiros e maldosos persiste até hoje.

Muitas pessoas ainda repetem o velho refrão "gatos são interesseiros, só querem saber de comida; eles amam a casa e não o dono". Aqueles que convivem com gatos no cotidiano sabem que isso não é verdade: trata-se de uma criatura extremamente afetuosa, carinhosa e agradável.



O mito da Toxoplasmose:


Até recentemente, era comum as mulheres grávidas receberem ordens expressas de seus médicos para se livrarem de seus gatos de estimação. O motivo alegado é que gatos podem transmitir toxoplasmose, uma doença que pode provocar aborto ou má formação fetal. Hoje, sabe-se que isso não é verdade: é muito mais fácil uma grávida adquirir essa doença ao ingerir carnes mal cozidas ou verduras mal lavadas do que diretamente pelo seu gato.


Gatos são criaturas muito limpas: eles passam grande parte do dia se "lavando", e enterram suas fezes. Para que as fezes dos gatos contaminados possam transmitir a doença devem estar expostas ao tempo por mais de três dias, e a contaminação somente se dá pela ingestão dos oocistos formados depois desse período.


A possibilidade de transmissão para seres humanos pelo simples ato de tocar ou acariciar um gato, ou até mesmo através de arranhões e mordidas, é considerada mínima ou inexistente. Ou seja, não se previne toxoplasmose congênita eliminando o gato da vida da mulher grávida, mas sim tomando certos cuidados higiênicos adequados na ingestão dos alimentos e mantendo bons hábitos de higiene pessoal.


Recomenda-se que as mulheres grávidas abstenham-se de limpar a caixa de areia de seus gatos e evitem entrar em contato direto com suas fezes, delegando essa tarefa a outra pessoa.




“Os olhos de um gato são janelas que nos permitem ver dentro de outro mundo."
Lenda Irlandesa

  *Fontes: Sobre Bebês e Gatos, Mitologia Egípcia, Magia Zen, Olhos de Bastet

ESSA POSTAGEM FOI RETIRADA DO SITE ABAIXO:
 http://adeledoula.blogspot.com.br/2012/05/gatos-fazem-bem-para-mulheres-durante.html

terça-feira, 21 de agosto de 2012

ASTRÓLOGO - O QUE É E O QUE FAZ


Astrólogo é diferente de Astrônomo, um faz algo totalmente diferente do outro. Astrólogo dá ênfase a um determinado grupo de astros, seus efeitos no comportamento e em tudo o que reflete aqui na Terra. Desde as caracteristicas e o momento de uma pessoa como também de um lugar ou situação. Sua análise é baseada na posição de Mapas Astrológicos, com os 12 Signos Zodiacais, Planetas, alguns asteróides, planetóides e outros pontos estudados.

Astrônomo estuda a origem, evolução, composição, dos corpos celestes – todos eles. Sem fazer nenhuma relação dos astros com o comportamento ou as influências que se dão as pessoas ou lugares na Terra.

Para ser Astrólogo é essencial ser estudioso e conhecedor dos cálculos para a feitura dos mapas astrais, suas PRINCIPAIS e ÚNICA ferramenta de análise para seu trabalho, bem como saber suas técnicas de previsão e noções básicas de Astronomia e de Geografia. O Mapa Astral é feito com base na data de nascimento, horário e cidade de uma pessoa ou - em caso de um lugar - sua fundação ou surgimento.

Se alguém diz que é Astrólogo, mas observa cartas, leitura das linhas da mão, búzios, manchas do café, runas ou outras formas de analisar o futuro, certo alguém NÃO É ASTRÓLOGO. A não ser que, além de uma dessas atividades trabalhe e execute o cálculo do Mapa Astral para analisar as posições celestes consideradas pela Astrologia no auxílio de pessoas.

Alguns Astrólogos possuem conhecimento em Tarô, Numerologia, Quiromancia, (Leitura de mão) e outros estudos que envolvam previsões, fazendo até com competência. Mas tais conhecimentos não tem relação nenhuma com ser Astrólogo. Astrólogo é quem utiliza apenas conhecimentos astrológicos com base em estudos dos astros (planetas, signos e suas posições celestes).
Muita gente que se diz prever futuro, gosta - indevidamente - de dizer que é Astrólogo. Astrólogo não tem obrigação de falar sobre cores, números ou figa de sorte. Afinal nada disso é relacionado ao céu, muito menos é planeta ou signo em volta da esfera celeste.

Poucos sabem que o cálculo manual do Mapa Astral leva-se de uma a duas horas para ser feito e até mais horas e outro tanto tempo para interpretá-lo. Nos tempos atuais, investe-se de 200 a 600 reais por softwares que auxiliam os Astrólogos na precisão do cálculo do mapa astral para poupar essas horas de mão de obra e para melhor analisar o desenho celeste. A consulta com um Astrólogo leva-se em média de uma a duas horas, com profissionais que gravam a consulta em midias (Cd, mp3) ou com a elaboração das análises por escrito de forma personalizada e explicativa para complemento da consulta ou análise de influências para o período mensal ou anual.


Ao se desparar com a leitura do seu signo em um Horóscopo, tal reflexão é citada sobre a posição do seu Sol. Ou seja, seu signo é seu Sol (Signo Solar), posição das mais importantes, mas apenas uma de tantas do seu Mapa Astral que sempre tem mais a explicar sobre suas características pessoais.

Sites e programas de Astrologia nunca substituem um Astrólogo por uma razão muito simples: Todo o Mapa Astral é personalizado. Nenhum programa personaliza a análise das posições planetárias como um Astrólogo pode fazer.

Astrólogos voltam sua atividade para Consultoria Pessoal (diversos assuntos da vida de alguém), Empresarial, Vocacional, Financeira e mesmo para auxilio na análise dos profissionais de Psicologia ou para complemento da análise psicológica de alguém.

Para ser Astrólogo, o mais indicado é fazer um Curso de Astrologia por pelo menos alguns anos e estudar sempre. Se o Céu é infinito, aprender sobre ele também é. O verdadeiro Astrólogo sempre é aquele que estuda Astrologia por toda a Vida.

A todos um grande abraço.

Guilherme Salviano
 http://www.astrologo.blog.br/

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

RESPIRAÇÃO EU SOU




ESSA RESPIRAÇÃO É MUITO BOA PARA:
- DESPERTAR NOSSA DIVINDADE EU SOU
- CURAR QUALQUER PARTE DO NOSSO CORPO
- LIMPAR NOSSO CORPO DE QUALQUER TIPO DE NEGATIVIDADE
- PURIFICAR NOSSA AURA
- ACALMAR NOSSAS EMOÇÔES
- TRAZER AMOR DAS DIMENSÕES SUPERIORES
- ATRAIR PROSPERIDADE
- CRIAR A PAZ EM NOSSO INTERIOR E À NOSSA VOLTA
- CANALIZAR ENERGIAS DO UNIVERSO (ENERGIAS DE CURA)
TODOS OS BENEFÍCIOS DESSA FORMA DE RESPIRAÇÃO CONSISTEM NO FATO DE CANALIZARMOS A ENERGIA DO NOSSO “EU SOU” PARA A NOSSA REALIDADE, E JUNTO COM ELA, TODAS AS ENERGIAS DE CURA DO UNIVERSO.
PROCEDIMENTO DA RESPIRAÇÃO:
INSPIRAR PROFUNDAMENTE PELO NARIZ, SEGURAR O AR NOS PULMÕES POR 8 SEGUNDOS E SOLTAR O AR PELA BOCA.
TODA VEZ QUE SEGURARMOS O AR COM OS PULMÕES BEM CHEIOS, CONSEGUIREMOS SENTIR O PULSAR DO NOSSO CORAÇÃO.
É NESSE SILÊNCIO PULMONAR QUE ESTÁ A PAZ DO NOSSO EU SOU.
É NESSE SILÊNCIO PULMONAR QUE SENTIMOS O CENTRO DE NOSSO SER, NOSSO EU SOU.
É NESSE SILÊNCIO PULMONAR QUE SENTIMOS O PULSAR DE NOSSO SER.
QUANDO INSPIRAR DIGA MENTALMENTE “EU”. SEGURE O AR, SINTA O CORAÇÃO PULSAR... QUANDO SOLTAR O AR, DIGA “SOU”.
SEMPRE QUE REALIZAREM ESSA RESPIRAÇÃO SENTIRÃO MUITA PAZ INTERIOR.
PODE SER FEITA EM QUALQUER LUGAR.
É IMPORTANTE INSPIRAR PELO NARIZ E SOLTAR O AR PELA BOCA. ESSE É O PROCESSO DE CANALIZAÇÃO DE ENERGIAS DO UNIVERSO.
FAÇA ESSA RESPIRAÇÃO POR 15 MINUTOS PARA SENTIR TODOS OS BENEFÍCIOS POR ELA PROPORCIONADOS.

EXERCÍCIOS DE PRANAYAMA


O Pranayama do Sol

Os Pranayamas são técnicas respiratórias originárias da Yoga servem para restaurar a saúde, melhorar a oxigenação do sangue e reequilibrar as emoções. Esta palavra vem do sânscrito e pode significar, entre outras, Ciência da Energia.

Pranayama do Amanhecer

Deve ser feito logo ao amanhecer.
Feche os olhos e fique de pé, de frente para o Sol.
Inspire, elevando os braços até a altura dos ombros.
Mentalize que o prana penetra por todo seu corpo.
Retenha o ar e abra os braços.
Em seguida, expire baixando os braços vagarosamente.
Visualize a luz do Sol se espalhando pelo seu corpo.
Faça este exercício durante 10 minutos e o encerre pronunciando o mantra OM SURYAIA NAMÁ (Eu Saúdo o SOL).

Captação de Energia

Mentalize um raio de luz alaranjado que parte de seu plexo solar (região à altura do umbigo) e expande-se pelo Universo, levando vitalidade e saúde para as pessoas. Depois visualize uma luz dourada que emite vibrações de prosperidade e elimina males como a fome e a tristeza da humanidade.

Afastar Preocupações

Sente-se e repouse as mãos nos joelhos. Inspire pelas narinas, devagar e em silêncio, até sentir o abdome cheio de ar. Retenha o ar por alguns segundos e expire, também pelas narinas. Sinta seu corpo relaxar completamente e mentalize que todas as suas preocupações se dissipam aos poucos.
Para Controlar Melhor as Emoções
Sente-se com as pernas cruzadas à frente do corpo, mantendo a coluna reta, as mãos pousadas sobre os joelhos e os olhos fechados. Fique bem relaxado, procurando não contrair os músculos da face nem os ombros. Inspire vagarosamente, concentrando-se no ar que entra pelas narinas Retenha o ar durante alguns segundos e expire, prestando atenção apenas na saída do ar. Enquanto respira, procure não pensar em nada. As imagens, as lembranças e os sons que vierem à sua mente não devem perturbá-lo. Ignore tudo o que acontecer ao redor.
Concentre-se apenas no que está fazendo. Caso se distraia por algum motivo, recomece o exercício.

Para Expandir a Consciência e a Intuição

Esta técnica, de origem chinesa, consiste em fazer seu sol interno nascer ao mesmo tempo em que o Sol cósmico surge no horizonte. No início, pode ser que você não consiga fazer as mentalizações, mas, com o tempo, aprenderá a se concentrar e a visualizar adequadamente.
Levante-se bem antes do Sol nascer, tome um banho e vista roupas brancas. Sente-se na posição de lótus, com a coluna ereta e as pernas cruzadas à frente do corpo. Feche os olhos e procure sentir o corpo bem relaxado…
Visualize um sol de cor alaranjada nascendo na altura do seu umbigo. Imagine que o calor emanado por esse sol aquece todo o seu corpo, enquanto uma luz dourada o envolve completamente. Visualize o sol elevando-se do seu umbigo até o seu coração.
Imagine que dessa região parte uma grande e bela ave branca que voa para longe, levando em suas costas todas as suas tristezas, mágoas e ressentimentos, e jogando tudo isso em um profundo abismo, onde serão destruídos totalmente. Imagine que esse sol se eleva ainda mais, até chegar no centro energético localizado entre as sobrancelhas.
Faça então o sol ganhar uma intensa coloração dourada e subir para o alto da cabeça, de onde ele se expandirá até explodir como uma luz que se junta à do sol cósmico.
Finalmente, faça uma saudação ao sol, com a seguinte frase, que sugerimos, ou com outra, que sair de seu coração:
“Ó Rá! Digna-te santificar meu espírito.
Ó Osíris! Devolve à minha alma sua natureza divina!
Glória a ti, Senhor dos Deuses!”

Pranayama Egípcio

1ª parte
1. Sente-se o estudante em uma cadeira com o rosto para o Oriente.
2. Faça uma oração à Divina Mãe Kundalini.
3. O peito, o pescoço e a cabeça deverão estar em linha vertical. Não se deve dobrar o corpo para os lados, nem para trás. As palmas das mãos devem descansar sobre as pernas de forma muito natural.
4. A mente do devoto deve estar dirigida para dentro, para a Divina Mãe, amando e adorando-a.
5. Os olhos estarão fechados para que as coisas do mundo não o distraiam.
6. Tape a fossa direita com o dedo polegar vocalizando mentalmente o mantra TON, ao mesmo tempo em que se respire ou inale mui lentamente o ar pela fossa esquerda.
7. Feche agora a fossa nasal esquerda com o dedo índice. Retenha o alento e pronuncie mentalmente o mantra SA.
8. Exale agora lentamente pela fossa nasal direita vocalizando mentalmente o mantra HAM e imagine a energia subindo até o cérebro e depois descendo até o coração.
9. Tape agora a fossa nasal esquerda com o dedo índice.
10. Inale o prana pela fossa nasal direita, vocalizando mentalmente o mantra TON. Retenha o alento vocalizando o mantra RA. Feche as duas fossas nasais com os dedos índice e polegar.
11. Exale mui lentamente pela fossa nasal esquerda vocalizando mentalmente a sílaba mântrica HAN e imagine a energia subindo até o cérebro e depois descendo até coração.

2ª parte
1. Ajoelhe-se e coloque as palmas das mãos no solo, tocando-se entre si os dedos polegares.
2. Inclinando para diante, prostado em terra, cheio de suprema veneração, com a cabeça voltada para o oriente, apoiará sua frente sobre o dorso das mãos, ao estilo egípcio.
3. Depois com a sua laringe criadora vocalizará o poderoso mantra RA dos egípcios, alongando o som das duas letras, assim: RRRRRRAAAAAAA….. Vocalizam-se sete vezes consecutivas.



 http://www.gnosisonline.org

O QUE É PRANAYAMA

Pranayama é o controle da energia vital, sendo a regulação dos movimentos da respiração, o meio de alcançá-lo. O tórax, ou a cavidade do peito é como uma caixa móvel que contém os mais importantes órgãos da respiração: os pulmões, e da circulação: o coração. Os principais músculos do tórax são os intercostais, que preenchem a cavidade entre as costelas, e o diafragma na base, separando a cavidade peitoral da abdominal, participantes ativos na respiração.
Naturalmente outros pequenos músculos trabalham no ato da respiração, inclusive os da face. Na respiração, o ar entra pelas narinas, passando pela laringe e traquéia, que se divide em duas, uma para cada pulmão. Os pulmões têm uma textura elástica e são formados por pequenos sacos, os alvéolos, cuja função é permitir que as células vermelhas do sangue absorvam oxigênio e devolvam gás carbônico.
Essas células vermelhas são as carregadoras de oxigênio dos pulmões para os diversos tecidos do corpo. O oxigênio é imprescindível em toda e qualquer atividade humana. Todo esse trabalho é intimamente conectado com o funcionamento do coração. Do ponto de vista fisiológico, o propósito de qualquer exercício respiratório é a assimilação de uma máxima quantidade de oxigênio com um mínimo gasto de energia.

Do ponto de vista yogue, o propósito do exercício respiratório é diminuir o ritmo do metabolismo, mais especificamente, diminuir o movimento psíquico (facilitando a concentração). Como já citamos anteriormente, os yogues postulam a existência de dois tipos de atividade neurofisiológica que geram e controlam o ato da respiração: uma é estimulada pela influência solar, juntamente com a respiração pela narina direita (pingala); a outra, é estimulada pela influência lunar e a respiração pela narina esquerda (ida).
É muito importante para a saúde, o equilíbrio entre estas duas correntes energéticas. Desde muito cedo, foi também observado pelos yogues, a correlação entre o funcionamento cerebral e mudanças no volume, força e ritmo da respiração. Falam de uma biounidade entre mente e ‘prana’, uma correspondência entre o pensamento/emoções e a respiração. Prana é um conceito que tem causado muita polêmica entre os escritores modernos sobre seu significado. O yogue Shri Yogendra o define como uma ‘força biomotora’ ou ‘bioenergia’, ou ‘energia vital’, difundida por todo o corpo e sustentáculo da vida. É a energia responsável pela unidade e harmonia do corpo. Sua principal função é o movimento.
O movimento mental, ele próprio, é prana. Sem prana não há função cognitiva. Em outras palavras, prana “é uma atividade vibratória que sustenta o processo da vida” (Yogendra). O ato de inspirar e expirar “alimentam” este funcionamento. Pranayama tecnicamente é a restrição ou suspensão da inspiração ou da expiração (literalmente é restrição – yama – do prana, ou seja, restrição do movimento). A essência do pranayama é, portanto, a pausa respiratória , que diminui o funcionamento mental, propiciando condições para a meditação. O Instituto de Yoga de Mumbai reciclou as técnicas tradicionais, propondo oito maneiras de se realizar o pranayama:
  • Pranayama I – igualar os tempos de inspiração e expiração
  • Pranayama II – expansão lateral dos pulmões (Respiração Intercostal)
  • Pranyama III – expansão superior dos pulmões (Respiração Clavicular)
  • Pranayama IV- expansão inferior dos pulmões (Respiração Diafragmática)
  • Pranayama V – Sunyaka: manter os pulmões vazios
  • Pranayama VI – Puraka: inspiração prolongada
  • Pranayama VII – Kumbhaka: manter os pulmões cheios
  • Pranayama VIII – Rechaka: expiração prolongada


Existe também um pranayama tradicional, que por sua ação sobre o sistema nervoso, é ensinado por todos os Institutos de yoga, chama-se: Anulomaviloma Pranayama, ou Respiração Alternada (alterna-se as narinas nas inspirações e expirações).
Além dos benefícios fisiológicos, pranayama tem, segundo o yoga, uma importância fundamental no desenvolvimento do conhecimento discriminativo. O ‘insight’ sobre nossa dimensão transcendental advém da quietude interior, da parada de todo movimento da matéria em nós. Sendo o prana a própria atividade vibratória da mente, sua restrição leva a esta parada, que só é alcançada completamente em Samyama, ou seja, no processo contínuo de concentração (dhárana), meditação (dhyana) e transe (samádhi).
Em outras palavras, a prática do pranayama sensibiliza para o aspecto transcendente da vida, aponta uma série de sinais sobre si mesmo a partir dos quais se pode adquirir uma resposta genuína e individual à questão ‘quem sou eu?’

http://www.gnosisonline.org

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails